O Ciclo da Vida – Filme do chinês Zhang Yang

O Diretor chinês Zhang Yang dá um banho de humanismo com o filme O Ciclo da Vida, conduzindo-nos de forma didática e magistral pelos meandros tragicômicos de um grupo de velhos, que – desejando ou não – acaba abandonado numa Casa de Repouso para viver o tempo que ainda lhes resta de vida.

A partir de um enredo simples – a participação de um grupo de idosos num concurso de esquetes em um programa de televisão numa cidade distante – Zhang nos faz percorrer um labirinto de sentimentos e reflexões à medida que vemos desenrolar os fatos, as questões, os dramas e as dores, as dificuldades do dia-a-dia, as cumplicidades entre os amigos e os problemas individuais.

Impossível – com o desenrolar da narrativa – não olhar para dentro de si mesmo, estendendo esse olhar aos familiares e amigos próximos,  nos questionarmos sobre como estamos lidando com a inexorável chegada da velhice. Tema ainda tabu para muita gente.

Há quem ache o filme muito “americanizado”, se comparado com filmes anteriores do Diretor. Há, inclusive, insinuações de que ele fez esse filme para “ganhar dinheiro” pois ali tudo é “muito previsível e pouco chinês”. Bom, opinião é direito de cada um. Fica, então, a seu critério avaliar a película como original, autoral ou pasteurizada…

Os atores – todos em idades bem avançadas – dão um show de interpretação. Quem sabe, até, porque estivessem interpretando a si próprios. Volta e meia, somos surpreendidos por cenas e interpretações de extrema beleza, simplicidade e, sobretudo, emoção.

Grande Zhang! A China agora no cinema ainda vai dar muito o que falar! Dirigiu anteriormente os seguintes filmes: Spicy Love Soup, Banhos, Abandono do Sucesso, Flores do Amanhã, A Caminho de Casa e Caravana da Amizade.

Gostei e me emocionei. Só falta vocês…

Abaixo, o trailer do filme.

Beto Benjamin

4 comentários em “O Ciclo da Vida – Filme do chinês Zhang Yang

  1. pô! resenhista de cinema também… e o pior é que é melhor que “arguns” que tem pela aí: texto enxuto… meu, nem na francesa Caderno de Cinema ou Caderno B (finado JB) ou a Ilustrada FSP… e, como diria o velho Popó: acachapante, ou seja, você se sente convidado, obrigado a ver o filme…

    Curtido por 1 pessoa

    • Caro Paulo, “filho de peixe, peixinho é!…” ou você pensa que os anos como engenheiro me fizeram esquecer as lições que tomei com você no semanário grapiúna Desfile (único quinzenário mensal que se publicava uma vez por semana!). Portanto, se gostou pode botar na conta de quase auto elogio, para Popó nenhum botar defeito. Êta Itabuna. Eram os idos de 68, não é mesmo?

      Curtir

  2. Tudo que você cria meu amigo é de qualidade, de bom gosto. Gostei muito e se puder compartilhar e colaborar estarei sempre disponível. Uma forma incrível de contribuição e de dividir conhecimentos e informações. Obrigado por este site majestoso.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: